Alexandre Camacho domina primeira etapa na Madeira

Read so far

Nas oito classificativas deste sábado, a dupla madeirense do Skoda Fabia R5 rapidamente ganhou ascendente sobre toda a concorrência, impondo-se em todas as especiais menos numa, onde os mais rápidos foram Miguel Nunes e João Paulo, a equipa que ocupa a segunda posição.

Camacho e Nunes, conhecedores do terreno, cedo controlaram os acontecimentos, com o piloto do Team Vespas a tirar partido de um mais evoluído Skoda relativamente ao Citroën DS3 R5 menos recente. Uma luta onde chegaram a estar João Silva e Vítor Calado, antes do despiste no quinto troço cronometrado que os levou ao hospital e à interrupção da prova.

A partir do abandono de João Silva, Armindo Araújo passou a ser o principal perseguidor aos dois primeiros e o melhor representante dos pilotos que disputam o Campeonato de Portugal de Rali, para além de ser o único representante do Team Hyundai Portugal, já que Giandomenico Basso cedo ficou fora de prova, depois de problemas de transmissão no seu i20 R5 logo na primeira classificativa do dia.

Mas o líder do campeonato acabaria por ter problemas e a partir daí o principal adversário dos madeirenses Alexandre Camacho e Miguel Nunes passou a ser José Pedro Fontes, cada vez mais à vontade no Citroën C3 R5. O piloto do Porto terminaria o dia no terceiro posto a mais de um minuto e 23 segundos do líder.

Foto: AIFA

Dos problemas de Armindo Araújo também tirou partido um consistente Miguel Barbosa para ‘trepar’ ao quarto lugar, apesar de pelo caminho ter chegado a atropelar um cão – um incidente que causou apenas danos cosméticos no Skoda Fabia R5 do piloto lisboeta, agora o melhor colocado dos que disputam o título nacional absoluto.

Também consistente, e a pouco mais de nove segundos de Barbosa, Ricardo Teodósio fechou o top cinco deste segundo dia de rali. O algarvio não perde de vista a melhor pontuação em termos de campeonato, que lhe permita dar sequência à vitória conseguida no Rali de Castelo Branco.

Já para Armindo Araújo a tarefa para o último dia de prova apresenta-se árdua. Segue no nono posto a quase 5m50s do líder. Terá como missão recuperar o máximo de posições possíveis, sendo que à sua frente João Barros está a mais de cinco minutos.

Nas outras categorias Vasco Silva assumiu a primeira posição dos RC2N com o seu Mitsubishi, fechando o top dez, Adruzilo Lopes manteve a liderança dos RGT, com o seu Porsche 911 GT3 Cup, sendo 13º da classificação absoluta, enquanto entre os duas rodas motrizes e RC3 o comando pertence a Dinarte Batista e ao seu Renault Clio, que possui mais de 48 segundos de vantagem sobre Miguel Correia.

Classificação após a 11ª PE

1º Alexandre Camacho/Pedro Calado (Skoda) 1h15m17,3s

2º Miguel Nunes/João Paulo (Citroën) + 21,5s

3º José Pedro Fontes/Paulo Babo (Citroën) + 1m23,2s

4º Miguel Barbosa/Hugo Magalhães (Skoda) + 1m52,6s

5º Ricardo Teodósio/José Teixeira (Skoda) + 2m02,1s

6º Rui Pinto/Ricardo Faria (Ford) + 2m04,0s

7º Pedro Paixão/Jorge Henriques (Hyundai) + 2m05,8s

8º João Barros/António Costa (Ford) + 2m21,7s

9º Armindo Araújo/Luís Ramalho (Hyundai) 4m49,8s

10º Vasco Silva/Ricardo Ventura (Mitsubishi) + 4m58,5s

Author: 
PT Jornal
Date: 
16-08-2018
Alexandre Camacho domina primeira etapa na Madeira | Rali Vinho Madeira

Error

The website encountered an unexpected error. Please try again later.